Sabemos que gerir as contas do casal é um desafio, não é? Parece simples, mas na verdade muitas atitudes devem ser tomadas para que esse processo seja mais brando e que tudo se ajuste da melhor forma possível. É um assunto delicado, mas estamos aqui para dar dicas simples de como gerir uma vida financeira a dois com mais tranquilidade.  Vem com a gente!

COMUNICAÇÃO É A PALAVRA-CHAVE

Sem segredos! Para uma vida financeira a dois mais eficiente e sem neuras é importantíssimo o diálogo. Você e seu par devem conversar abertamente sobre dinheiro, afinal, vocês estão dividindo muito mais que isso, não é? Por que seria diferente com as finanças?

Dividir sua realidade financeira é uma boa maneira de ter uma visão mais ampla sobre as possibilidades do casal, dessa forma vocês podem, de fato, fazer planos juntos.

FALANDO EM PLANOS… PLANEJAMENTO

A vida financeira a dois será muito mais organizada e menos suscetível a imprevistos quando colocamos em prática um bom planejamento financeiro. Esta é, sem dúvidas, a melhor estratégia para concretizar os planos de vocês.

Veja bem, o planejamento financeiro do casal começa com as obrigações e despesas fixas de cada um. É importante  avaliar a forma como vão dividir as contas do mês, seja de maneira proporcional à renda individual ou, se preferirem, podem juntar a renda de ambos e, a partir daí, definir de que forma o dinheiro será empregado. É com vocês!

Para realizar os planos futuros, sua situação hoje deve estar equilibrada, então, saibam priorizar o pagamento de dívidas, caso estejam endividados ou em situação de inadimplência. Afinal, as contas do mês não param de chegar e manter tudo sob controle é uma tarefa que deve ser vista como prioridade entre os dois.

PARA OS SONHOS VIRAREM REALIDADE

Sabe aquela viagem de final de ano que vocês tanto querem fazer? E o sonho de ter um cantinho para chamar de lar? Para isso, é importante definir juntos as metas financeiras de curto, médio e longo prazo, e buscar sempre seguir o planejamento.

Estejam com as expectativas alinhadas e se organizem para ter pequenas conquistas ao longo do tempo, é fundamental para o casal perceber que estão caminhando juntos!

CERTEZA DE TRANQUILIDADE

Nada mais desesperador do que ver nossos planos indo por água abaixo por conta de imprevistos e besteiras, não é? Pois então, ter uma reserva de emergência é uma boa forma de se tranquilizar quanto à isso. Com reservas o casal estará resguardado em caso de imprevistos, evitando, desta maneira, passar por apuros financeiros.

Outro importante artifício de segurança são os Seguros, por exemplo residencial e de vida, com cobertura para doenças graves e acidentes.  Entendam que essas são escolhas que afetam diretamente a saúde financeira de vocês e que se organizar contando com elas, é ter certeza de tranquilidade.

CURTIR TAMBÉM ENTRA NO PLANEJAMENTO

Não esqueçam de incluir no planejamento uma reserva para poderem curtir juntos. Tudo depende da dinâmica de vocês e de como querem separar verba para lazer e, consequentemente, qualidade de vida!

Por isso, para conseguirem sair sem culpa de estar gastando,  planejem um orçamento mensal para vocês. Vai ser muito mais leve assim!

RESPEITE A INDIVIDUALIDADE DO SEU PAR

É importantíssimo que exista um espaço de privacidade financeira. Tendo uma conta conjunta ou não, é essencial que cada uma possa ter a oportunidade de gastar com compras pessoais. Claro, tendo a responsabilidade de que isso não impacte negativamente o orçamento do casal. Respeite sua individualidade e abra espaço para que seu par fique tranquilo em ter também essa liberdade.

CONTROLE DE GASTOS

Manter a vida financeira de ambos controlada é uma tarefa árdua, mas é possível se tudo for feito com calma. É essencial ter uma conta conjunta? Não! Uma das principais dúvidas que surgem entre os casais é quanto a manutenção de contas individuais ou abertura de uma conta que possa ser administrada pelos dois.

Esta é, no entanto, uma questão particular de cada um e, uma conta conjunta não garante maior controle sobre as finanças do casal. O importante é que ambos estejam envolvidos e estejam em equilíbrio, mesmo com as contas individuais. Independente da decisão que for tomada, deve ser sempre com parceria, e que tenham consciência de que um relacionamento requer cuidados redobrados quando o assunto é dinheiro.

INVISTA

Já sabemos que investir é essencial, e quando organizamos nossa vida financeira enquanto casal é ainda mais importante pensar em fazer o dinheiro render. É interessante entender que investimentos são uma forma de nutrição para as reservas financeiras de ambos, para ter tranquilidade no futuro, cumprir seus objetivos ou realizar sonhos juntos.

Para vocês que estão querendo se inserir nesse universo, existem opções adequadas e atrativas de investimento. Muito mais simples do que parece, o investimento no RDC do Sicoob Credijustra por exemplo,  tem rendimentos vantajosos no curto, médio e longo prazo.

Na prática,  investimentos a curto, médio ou longo prazo, são essenciais para oferecer robustez ao dinheiro do casal. Tenha consciência sobre as finanças de vocês e perceba se já é possível dar mais esse passo para o futuro.

Com comunicação, comprometimento e cumplicidade é possível ter um vida financeira a dois equilibrada e sem tensões, para que assim seja possível continuar a planejar  futuro com quem ama.