Em constante desenvolvimento, o Sicoob Credijustra promoveu o Treinamento Gestão de Cooperativas de Crédito com o Balanced Scorecard, ministrado por Rodopiano Neto*. Essa capacitação aconteceu no auditório do Sicoob Planalto Central em Brasília-DF no dia 4 de agosto e contou com a participação da diretoria executiva, de conselheiros de administração e de gerentes.

Na visão de Newton Brum, Presidente do Conselho de Administração, “foi muito positivo. Conseguimos envolver todas as áreas que estão participando do planejamento”.

O treinamento funcionou como um alinhamento para garantir a evolução das estratégias da cooperativa. “O nosso planejamento estratégico vem evoluindo. Estamos agora alinhando as outras unidades ao planejamento e alcançando as metas que estipulamos”, explica o diretor executivo da cooperativa, Alexandre Machado.

“Não é só ter um planejamento estratégico baseado no BSC, tem que aplicar”, informa o diretor executivo. Alexandre Machado ressalta que desdobrar metas, mensurá-las e se aproximar dos objetivos colocados no planejamento estratégico é possível por causa de alguns fatores. Como, por exemplo, a união do Balanced Scorecard com as metas da instituição, com o trabalho que vem sendo realizado, com a comunicação da equipe e com a divulgação.

Para Newton Brum, com a ajuda do treinamento, “hoje já temos condições de traçar nossas estratégias, definir os planos e acompanhar a execução”. O Presidente do Conselho de Administração tem convicção de que, no final do tempo estipulado, será possível saber acertos e erros desse processo.

Rodopiano Neto, facilitador do treinamento, é servidor do TRT da 8ª Região e cooperado do Sicoob Credijustra. Ele presta consultoria ao Sicoob Credijustra na construção e revisão do plano estratégico 2017-2019.

Entenda o que é Balanced Scorecard (BSC)

De forma resumida, o Balanced Scorecard é uma metodologia para gestão estratégica de empresas. O ponto de partida dessa técnica é a escolha de indicadores para a gestão de uma organização, pois eles não devem se restringir a informações apenas econômicas ou financeiras.

Quando estamos dirigindo, não podemos garantir que vamos chegar ao nosso destino apenas com base na gasolina. Afinal, o motor pode dar problema ou as rodas podem furar. Da mesma forma, indicadores financeiros e/ou econômicos não são suficientes para garantir que a empresa está em um bom caminho.

Sendo assim, outros fatores como análise de desempenho de mercado junto aos clientes, desempenho dos processos internos e pessoas, inovação e tecnologia também são importantes para diagnosticar tanto o presente quanto o possível futuro de uma organização.

O BSC, como a metodologia também é conhecida, promove o alinhamento de objetivos estratégicos com indicadores de desempenho, metas e planos de ação visando gerenciar estratégias de forma integrada.

De acordo com o diretor executivo, um exemplo da importância disso aconteceu na parte de pessoas e treinamentos. “Estipulamos que 60% dos nossos colaboradores teriam uma certificação ANBIMA. Estamos bem próximos desse número”. Alexandre explica que é possível calibrar e acompanhar metas como essa com o auxílio de ferramentas de planejamento estratégico, “com o Balanced Scorecard e a revisão e reunião de acompanhamento da estratégia”, exemplifica.

Confira abaixo as fotos do curso realizado:

—-

*Rodopiano Neto: certificação profissional em Coach (PCC) e em análise comportamental com a ferramenta DISC (PDC), pela Sociedade Latinoamericana de Coaching (SLAC). Especialista em Gestão Pública com ênfase em Administração Pública (CESUPA) e em Informática e Educação, pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). Mestrando em Gestão Pública pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará (NAEA- UFPA). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Ordenamento Territorial e Urbanodiversidade na Amazônia (GEOURBAM-NAEA/UFPA). É co-autor do livro GESTÃO POR COMPETÊNCIAS NO SETOR PÚBLICO, organizado por Rogerio Leme (Editora QUALITYMARK, 2010).