Projetos sustentáveis requerem planejamento e comprometimento, mas os retornos ultrapassam os esforços. Além de poder gerar economia para o seu bolso, você pode contribuir para a preservação do meio ambiente para as futuras gerações. Confira nos tópicos a seguir alguns projetos sustentáveis e sociais que pessoas comuns podem fazer!

 

Tipos de Projetos Sustentáveis

 

Geração de Energia Solar
Além de contribuir para economia de recursos naturais, um grande benefício da energia solar para a casa é diminuir os custos com a conta de luz. O investimento inicial para instalar um gerador residencial é relativamente alto. De acordo com o Portal Solar, maior marketplace de energia solar do Brasil, o preço médio desse produto para uma casa com 3 ou 4 pessoas = (sistema de 2,64Kwp) é de R$ 17.570,00. Porém, a média de retorno sobre o investimento é de 15% a 20% ao ano, tendo uma economia no primeiro ano de aproximadamente R$ 4.000. Cada vez mais famílias brasileiras estão se interessando por esse tipo de investimento, tanto para ter uma vida mais sustentável quanto para economizar!

 

Aproveitamento de Água
Você sabia que mais de meio bilhão de pessoas não têm acesso à água potável? É o que o estudo da organização internacional WaterAid revelou em 2017. Na mesma nota, os especialistas previram que em 2050, 40% da população mundial terá problemas em acessar esse recurso. 

Uma boa alternativa para ser mais sustentável é diminuir o consumo de água. Isso pode ser feito por meio de um sistema de captação de água da chuva, uma solução para economizar água e dinheiro. Basicamente, o sistema capta água da chuva e ela passa por um processo de filtragem e purificação, podendo diminuir em 50% a sua conta de água!

Essa água da chuva, que normalmente iria para o sistema de esgoto comum das cidades, substitui muito bem o consumo que não exige água potável. Como, por exemplo: irrigação de jardins, lavagem de carro, limpeza de casa, descargas e lavagem de roupa.

Outra opção é instalar um sistema de tratamento de água residuária. O que possibilita, de fato, o reuso de água em sua residência. A técnica mais acessível envolve um Biossistema Integrado (BSI), porém os sistemas mais modernos usam mini estações de tratamento de esgoto. Esses processos resultam em diferentes graus de qualidade da água. Avalie qual é a melhor opção para a sua residência.

Em 2017, Brasília viveu a maior escassez de água dos seus 57 anos de história! E, cada vez mais, esse problema está se agravando – não só na capital brasileira, mas no mundo inteiro. Sendo assim, é essencial que esta solução esteja no radar de qualquer pessoa.

 

Diminuição de Resíduos Orgânicos
Normalmente, todo o nosso lixo orgânico é colocado em sacolas plásticas e levado para os aterros e lixões, junto com materiais tóxicos. Isso resulta em efluentes que acabam contaminando o solo, a atmosfera e influenciando na nossa qualidade de vida. Vamos abordar duas soluções simples, que ajudam a amenizar esse problema em casa!

A primeira é a compostagem, um tipo de reciclagem do lixo orgânico. O sistema envolve um processo biológico em que os micro-organismos, como fungos e bactérias, são responsáveis pela degradação de matéria orgânica. Os produtos gerados nesse processo são utilizados em jardins, hortas, substratos para plantas e adubação de solo para produção agrícola.

A outra técnica envolve o uso de biodigestores, que realizam a decomposição anaeróbica (sem oxigênio) dos resíduos orgânicos. Apesar de ser muito conhecido por ser utilizado em áreas rurais e granjas, empresas estão trazendo esse sistema para residências, com produtos mais compactos e custos menores. Além de ajudar o meio ambiente, você poderá gerar o seu gás de cozinha e fertilizante.

 

Crédito Socioambiental do Sicoob Credijustra
Você sabia que o Sicoob Credijustra tem uma linha de crédito voltada para apoiar projetos sustentáveis e de acessibilidade? Provemos financiamento para soluções como as mencionadas neste post, com excelentes condições de prazos e taxas.

Além dos projetos sustentáveis, o Crédito Socioambiental também tem o intuito de financiar soluções voltadas para acessibilidade. Alguns exemplos são: cadeiras de rodas, elevadores adaptados, aparelhos auditivos, próteses, equipamentos de reabilitação, veículo eletrônicos de pequeno porte, construção de rampas de acesso e reformas, dentre outros.

Com mais acesso aos bens, equipamentos e mão de obra para realizar esses projetos, queremos que os nossos cooperados sejam protagonistas na responsabilidade socioambiental!

Entenda mais sobre o Crédito Socioambiental clicando aqui.

Existem outras diversas opções em que o Crédito Socioambiental pode ser aproveitado e o melhor mesmo é conversar com um de nossos representantes para tirar todas as suas dúvidas! Se inscreva clicando aqui e entraremos em contato!